Brastemp por fim! Perdizes recheadas com cogumelo e arroz selvagem

Perdiz recheada e arroz selvagem

Quem disse que o melhor da festa é esperar por ela? O bom mesmo é quando os amigos aparecem de surpresa. Em vez de se desesperar, coloque todo mundo para trabalhar e comece a festa no lugar onde toda comemoração se origina: na cozinha. Um corta a cebola, o outra fatia os cogumelos, aquele amigo que é um zero à esquerda com as panelas aprende a picar as ervas. Juntam tudo numa assadeira e forno. Você que está sempre com a mão na massa, aproveita para sair do óbvio e coordena tudo com um drinque na mão.

O que precisa? (2 porções)
1 perdiz; 3 col. (sopa) de manteiga sem sal; 2 dentes de alho; 1 col. de sopa de tomilho; 1 xíc. de cogumelos paris; 1 xíc. de vinho branco seco; 1 cebola em cubos; 1 col. (sobremesa) de mel; sal e pimenta do reino a gosto.

E o que eu faço com tudo isso?
Pré-aqueça o forno. Misture a manteiga, sal e metade do tomilho. Introduza essa pasta entre a pele e a carne,e no interior da perdiz. Salteie os cogumelos fatiados em manteiga, 1 colher de cebola e 2 colheres de vinho, ajuste o sal e a pimenta e reserve. Recheie a perdiz com os cogumelos. Leve as pernas até o peito e amarre por trás. Tempere com sal e pimenta do reino. Coloque em um refratário com o restante da cebola, o vinho, o tomilho. Besunte a perdiz com o mel e leve ao forno coberta com papel alumínio, por 30 minutos. Retire o alumínio e deixe dourar.

Arroz selvagem com damasco e amêndoas
2 xíc. de arroz selvagem cozido em água com sal; 1 col. (sopa) de manteiga sem sal; 1 col. (sopa) da parte branca de cebolinha picada; 1 col.(sobremesa) da parte verde da cebolinha picada; 2 col. de sopa de damasco picado; 2 col. (sopa) de amêndoas picadas; sal a gosto.

O que eu faço com tudo isso?
Em uma frigideira, salteie a parte branca da cebolinha em manteiga. Junte o damasco e amêndoa, salteie por mais um minuto. Junte a cebolinha verde. Ajuste o sal e a pimenta do reino.

Para beber
Forno quente, cozinha cheia, conversa acalorada! Para amenizar o fervor e temperar a festa, nada melhor do que cerveja. Ainda que você seja do time que pensa que cerveja boa é cerveja gelada, faça bonito e ofereça opções que harmonizem bem com o prato escolhido: belgian ale, dark lager e bock dão conta do recado.

Para ouvir
Se o trabalho é em equipe, por que a música não seria? E se é um encontro de amigos, nada melhor do que o rei com a sua própria turma. Toque Roberto Carlos: Duetos, uma coletânea com nomes como Tom Jobim, Erasmo Carlos e Ângela Maria. Ele lá com os convidados dele e você com os seus, todo mundo reunido.

Para comentar
Nenhuma comida é mais ‘família’ do que carne assada. É um prato farto que alimenta muita gente. Não é de se admirar que em todo o mundo, nos hemisférios norte e sul, o assado é sempre o eleito para grandes confraternizações e celebrações.