Gelatina natural de mirtilos (ou blueberry) com iogurte e frutas vermelhas

gelatina-natural-de-mirtilos-o-segredo-(leticia-massula-para-feed)

O lindo da vida é que a gente sempre tem mais e mais a aprender. E muitas vezes o conhecimento pega a gente de surpresa, quando menos esperamos aprendemos um segredinho novo. Se na vida isso é fato, imagina na cozinha?!

E foi por obra de um desses acasos que descobri um segredinho incrível sobre mirtilos. Eles têm uma gelatina natural, basta bater os frutos com um pouquinho de água e deixar na geladeira, que endurece como gelatina, tomando a forma do recipiente.

Descobri em uma aula. Bati a polpa de mirtilos ao fazer o pré-preparo, e quando fui usar tinha virado gelatina. Achei incrível e, como tudo por aqui, é claro que virou receita, aliás rendeu duas receitas: essa primeira aqui, mais simples com iogurte e frutas vermelhas, e outra que publico semana que vem, uma salada deliciosa já com pegadinha de inverno com figos e verdes.

Bora lá desvendar esse segredo?

receita

gelatina-natural-de-mirtilos-2-com-iogurte-e-frutas-vermelhas-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

Como já disse, o post de hoje é mais uma dica/segredinho que propriamente uma receita. Mas ficou bem bacaninha, acompanhada de iogurte com frutas vermelhas amassadas. E com ganache de chocolate amargo também fica delicioso!

Ingredientes – 2 porções

  • 300 g de mirtilos (2 caixinhas)
  • 2 doses de água (exatamente a medida daqueles copinhos onde servem cachaça)
  • 2 copinhos de iogurte natural
  • 1 xícara de frutas vermelhas variadas (usei morango, framboesa e cerejas)
  • 2 colheres de açúcar
  • 2 colheres de mel

Modo de fazer

Mirtilos

Bata os mirtilos com a água e o açúcar no mixer.

passo-a-passo-gelatina-natural-de-mirtilos-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

Disponha em copinhos ou forminhas. Cubra com filme plástico e leve para gelar por pelo menos 6 horas.

Iogurte

Amasse metade das frutas vermelhas com o garfo, misture com o iogurte e o mel.

gelatina-de-mirtilo---iogurte-com-frutas-vermelhas-amassadas-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

Montagem

Com a ajuda de uma faca de ponta solte as bordas da gelatina de mirtilos, vire em um prato.

gelatina-natural-de-mirtilos-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

Cubra com o iogurte de frutas vermelhas e com as frutas in natura.

gelatina-natural-de-mirtilos-com-iogurte-e-frutas-vermelhas-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

Bom apetite!

Harmoniza com…

para beber

por
marcelo pedro

Minha dica de hoje é sem álcool. Para combinar com a linda cor desta sobremesa, um chá que tem uma cor tão ou mais bonita, o chá de hibisco. Hibisco é um gênero botânico que compreende mais de 300 espécies de plantas, muito comuns nas regiões tropicais do planeta, que produzem flores coloridas e vistosas. Quem quando criança não brincou de”tirar a roupa” da flor do hibisco e depois apertá-la para que fizesse…bem, vocês sabem, o número 2, né?

Mas brincadeiras à parte, este é mais um caso que corrobora a teoria da Letícia sobre diferentes comidas, com o mesmo ingrediente, consumidas em lugares muito distantes, mas que têm em comum a latitude! O grande naturalista Alexander Von Humboldt já havia descoberto este fenômeno em relação à flora semelhante em regiões muito distantes, mas que estavam na mesma latitude. Ainda foi mais longe, ao constatar efeito semelhante da altitude, ou seja, quanto mais elevado o terreno na região tropical, mais a flora ia se assemelhando à de clima temperado, como se a altitude modificasse a latitude. E tudo isso no fim do século XVIII.

Por que todo este preâmbulo? Pois fui pesquisar a receita do chá de hibisco, que sempre tomamos no Restaurante Nama Baru, de comida do sudeste asiático, achando que seria uma receita tailandesa, e descobri que o chá de hibisco é consumido amplamente em todo o Caribe, América Central, Norte da África, África ocidental, Oriente Médio e Europa Mediterrânea. No México é um dos tipo de água fresca, bebidas preparadas a partir de suco de frutas e extratos vegetais com gelo e açúcar, conhecida como Água de Jamaica ou Rosa de Jamaica. Isto porque a forma mais difundida de preparar o chá de hibisco é a receita Jamaicana. Lá é chamada de Sorrel ou Red Sorrel, como é chamado o hibisco vermelho na língua jamaicana, o jamaican patois ou creole jamaicano.

Mas vamos ao que interessa, sem mais delongas. O chá de hibisco é feito pela infusão das sépalas do hibisco vermelho. Que raios são sépalas? No caso do hibisco, são as estruturas foliáceas vermelhas, que popularmente chamamos de pétalas, mas que formam o cálice da flor… Botânica sempre é muito mais complicado e variado que todo o restante da Biologia. Então, faz-se a infusão das sépalas em água quente, com gengibre (como é típico na Jamaica), ou outras especiarias, como cravo, canela, noz-moscada… Adoça-se com açúcar a gosto, serve-se gelado, em copo alto, de long drinks, com muito gelo. Pode se adicionar suco de limão siciliano, como o Carcadè (Chá Italiano), ou com pedaços de abacaxi, macerados, como sempre tomamos no Nama Baru.

E para quem tem medo de pegar a flor do hibisco nos jardins, podemos adquirir os cálices de hibiscos desidratados, prontos para infusão, conhecidas como flor de Jamaica, à venda em lojas de produtos naturais. Além de refrescante, é rico em vitamina C, tem leve efeito diurético, acredita-se que ajuda a baixar o colesterol e tem efeito antihipertensivo por conter antocianinas, que se assemelham aos inibidores de ECA (enzima conversora de angiotensina), provavelmente a classe de medicamentos antihipertensivos mais prescritos pelos cardiologistas.

Então, saúde duas vezes!

P.S. Para os mais práticos, existe chá de hibisco em saquinho, já prontinho pra sua infusão!


para ouvir

por
marina novaes

Eu experimentei mirtilo pela primeira vez quando morei nos EUA. E adorei aquele gostinho doce e ao mesmo tempo ácido. Quando meus pais foram me visitar, passeamos por Ottawa, no Canadá, e em uma feira livre, como fazemos por aqui, peguei um mirtilinho para dar para eles experimentarem. A dona da banca me deu uma bronca tão grande, que me senti roubando um banco. Até hoje a gente dá muita risada dessa história.

E para harmonizar com essa dica/segredinho que a Let descobriu depois de bater os frutos, recomendo o (Shake, Shake, Shake) Shake Your Booty, do KC and the Sunshine Band. É a trilha sonora aqui de casa para toda vez que vou abrir alguma coisa que precisa dar uma chacoalhada. Canto e o Tom me acompanha do jeitito fofo dele.

É minha banda de disco preferida, com clássicos como Get Down Tonight e That’s the Way (I Like It), já ouvi falar que eles são chamados de “Founder of the Dance Revolution”e suas músicas já foram tema de mais de 200 filmes.

Então, para bater os mirtilos e comer a gelatina, “Shake, shake”!