Salada de salmão defumado, manga e pimenta habanero chocolate

salada-de-manga,-pimenta-e-salmao-defumado-haikala-(flavia-valsani-para-cozinha-da-matilde)

E quem curtiu a receita que fiz com o salmão Haikala, molho de coalhada seca e pepino, também vai adorar esta aqui, que fiz na mesma leva, quando o Rick me trouxe aqui o seu famoso salmão para experimentar.

Essa sessão eu fiz com a Flavita Valsani que também ficou fã do salmão com manga temperada com pimenta e limão. Mal terminamos de fotografar ela limpou o prato! Não basta ser fotógrafa, tem que participar, não é mesmo?

nacos-salmao-defumado-haikala-(flavia-valsani-para-cozinha-da-matilde)

Eu adorei o resultado, com sabores super equilibrados: a manga doce e ultra perfumada com a picância da pimenta, a acidez do limão, a brincadeira aromática das ervas e o salmão defumado cheio de personalidade.

É uma salada completa, cheia de sustânça e que pode substituir uma refeição.

Vamos à receita?

receita

passo-a-passo-salada-de-manga-com-salmao-(flavia-valsani-para-cozinha-da-matilde)

Um dos segredinhos desta salada é a manga cortada com casca. Além de agregar sabor ainda tem uma textura mais interessante que manga sem casca, e muito mais fibras. E pode ficar tranquil@, que não tem problema algum comer a casca da manga, precisa apenas lavar direitinho antes de usar.

habanero-chocolate-sem-semente-(flavia-valsani-para-cozinha-da-matilde)

O outro toque especial fica por conta da pimenta habanero chocolate, que além de picante é super saborosa, remete a uma pitanga e vai formar um par perfeito com a manga, na medida para equilibrar  o sabor pungente de defumado do salmão.

Ingredientes – 4 porções

ingredientes-salada-de-salmao-defumado-com-manga-e-pimenta--flavia-valsani-para-cozinha-da-matilde)

  • 1 posta de salmão defumado de + ou – 400g – usei o Haikala
  • 2 mangas (palmer de preferência)
  • 4 porções de folhas verdes variadas (usei alface baby, rúcula e agrião)
  • 1 pimenta habanero chocolate sem semente
  • raspas e suco de 1/2  limão
  • 2 colheres (sopa) de ciboulette laminada finamente
  • flores de manjericão e beldroega (opcional)

Modo de fazer

Corte a manga em lâminas, com casca. Reserve em uma tigela.

Lamine finamente a pimenta habanero chocolate sem semente.

corte-pimenta-habanero-chocolate-(flavia-valsani-para-cozinha-da-matilde)

Acrescente a ciboullete laminada finamente, a pimenta habanero, o suco e as raspas de limão.

Misture bem e ajuste o sal.

manga-e-pimenta-(flavia-valsani-para-cozinha-da-matilde)

Montagem

Em uma travessa disponha a mistura de manga com pimenta e limão. Acrescente os nacos de salmão.

salada-de-salmao-defumada,-manga-e-pimenta-(flavia-valsani-para-cozinha-da-matilde)

Disponha as folhas verdes e as flores de beldroega e de manjericão.

Bom apetite!

para ouvir

por
marina novaes

Para ouvir enquanto come essa salada com salmao e manga, sugiro o Cape Cod Kwassa Kwassa do Vampire Weekend.

A banda fez uns dos shows mais legais do Lollapalooza deste ano, e essa a música é super Peter Gabriel, como eles afirmam na letra. (e ele fez uma versão da musica, junto com o Hot Chip, e em vez de falar seu nome, ele diz: “feels so unnatural to sing your own name”).

Kwassa Kwassa é um ritmo congolês delícia, que dá o toque na música, como o doce, picância e acidez da receita.


para beber

por
marcelo pedro

Esta salada, apesar de substanciosa, é leve, super aromática e picante no ponto. É bem refrescante, boa para dias quentes, mas também cabe para semanas frias como esta. Então, pensei em harmonizá-la com um espumante. Já comentei em posts anteriores que sou fã dos espumantes produzidos pelo método tradicional, o champenoise, onde a segunda fermentação ocorre na garrafa. Ela é responsável pela carbonatação, as bolhinhas do espumante. Também é importante lembrar dos ótimos espumantes produzidos no Brasil. Se não for champagne francês, que seja um brazuca. Na minha opinião, melhores que os proseco ou cavas italianos e espanhóis.

Mas hoje vou fugir desta opção. Minha recomendação é um espumante rosado português, da Filipa Pato, filha do famoso enólogo da Bairrada, Luis Pato. Trata-se de um espumante Brut, ou seja, seco, produzido pelo método champenoise. É bastante frutado, com teor alcoólico de 12.5% feito com as variedades Baga e Bical,típicas da região da Bairrada. Tem uma cor linda e é super fresco, combinando muito bem com a cor do salmão e a refrescância da manga, da pimenta, da ciboulette e raspinhas de limão. Sirva bastante frio, como dizem os conterrâneos portugas!