Vitrolinha – Vem ano novo!

flamboyant-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

O ano de 2013 termina com o saldo positivo na balança dos prós e contras, o que é uma boa, porque foi um ano duro, de quádruplas jornadas. Estou cansada a beça, nada mais entra na minha cabeça, só penso na praia, no Aperol, e que quando der meia noite do dia 01/01, minhas energias vão ser recarregadas, como se fosse um botão de reset.

A lista de resoluções para 2014 está enorme, e inclui mais momentos maternais e musicais.

Escolhi uma música para o verão 2014, mas me empolguei ao lembrar dos outros anos então segue a retrospectiva dos verões passados, pois elas são cumulativas e ficam como trilha sonora da vida:

2010

Superluxo (Nina Becker), Nina Becker

Porque “Ser feliz é um luxo”

2011

Deixa o verão (Los Hermanos), Mariana Aydar

E assim assumi o “Deixa o Verão para mais tarde”

2012

Coçando (Ana Cañas/Dadi/Arnaldo Antunes/Liminha), Ana Cañas

O que a gente faz quando não quer fazer nada?

2013

Plástico Bolha (Karina Buhr), Karina Buhr

Sinônimo para relax.

2014

Flor do Cerrado (Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Caetano Veloso), Gal Costa

Pensei o ano todo em uma música, mas há uns bons três anos a ouço no repeat. Um poema para os fins e os inícios, com o cerrado de pano de fundo.