Falando para o mundo: Sangria para achados da Bia

post publicado originalmente no Achados da Bia

Esse climinha de outono já começa a deixar a gente com desejo de um vinhozinho, mas o clima ainda está quente e eu aqui pensando em que bebida levar pro feriado quando o Marcelo lembrou de fazer sua famosa sangria, e eu lembrei de postar aqui a receita da danada que fiz para minha coluna em Os Achados da Bia. É sucesso na certa, perfeita pra receber os amigos e pra embalar um feriado outonal!

morangos-para-sangria-fruta-fresca-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

E eu adoro essa sangria do Má porque  é uma receita cheia de frutas frescas e, no fim, é uma bebida meio comida, porque as frutinhas embebidas no vinho acabam sendo, na medida, uma sobremesa gostosa, delicada, e ainda dá o embalinho pra uma noite bem dormida!

receita

sangria-abre-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

Esqueça aquela maçã seca e sem gosto boiando em um vinho de quinta super adoçado. Chamar isso de sangria é uma ofensa a esse delicioso refresco à base de vinho, super tradicional na Espanha. Uma sangria de verdade parte de um vinho tinto seco de boa qualidade, o mesmo que você tomaria puro, e das frutas frescas da estação.

Em uma cultura que gira em torno do vinho, a sangria foi criada para atender aos dias quentes, quando o vinho puro, encorpado, não dá conta do calor e acaba sendo transformado nesse delicioso refresco, no qual são incorporadas as frutas frescas.

Eu adoro e sempre agradeço a sorte do Marcelo ser expert na danada e sempre nos agraciar com deliciosas jarras em tardes quentes, sob a pérgola do jardim!

Ingredientes – 1 litro

sangria-frutas-frescas-ingredientes-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

  • 1 garrafa de vinho tinto seco (750ml). Deve ser um vinho de boa qualidade, mas não precisa ser tão especial quanto um reserva. Evitar vinhos muito tânicos ou amadeirados demais (Malbec, por exemplo). Eu usei um Cabernet chileno, já fizemos com Merlot, tintos espanhóis, portugueses.
  • 300ml de suco de laranja – se quiser que fique uma bebida frisante, substituir parte do suco de laranja por club soda, ou água com gás.
  • frutas da estação – abacaxi, maçã, pera, ameixa, morango, laranja em rodelas, pêssego, uva.
  • 2 pedaços de canela em pau.
  • gelo a gosto.

Obs.: Eu prefiro sem açúcar. Na minha opinião, o doce das frutas dá conta do recado! Mas se for o caso, acrescente apenas o suficiente, com cuidado, para não deixar enjoativa.

Obs. 2: Para uma sangria mais alcoólica, pode-se acresentar uma dose (40-50ml) de licor cointreau. Eu não gosto!

 

Modo de Fazer

Coloque as frutas em camadas em uma jarra. Acrescente o suco de laranja, o vinho e muito gelo.

sangria-passo-a-passo-(leticvia-massula-para-cozinha-da-matilde)

Misture bem e é só servir!

Eu uso bastante fruta e então costumo repor o vinho e o suco de laranja até terminar todas as frutinhas, assim rende mais de uma jarra de sangria!

sangria-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

Saúde!

Harmoniza com…

para ouvir

por
marina novaes

Sangria quando bem feita como essa da Let, é pura sofisticação. E um ritual gostoso e refrescante.

Ao invés de colocar para ouvir alguma coisa caliente e espanhola, pensei no colorido da bebida, e recomendo a colorida Kiss and Not Tell, do La Roux.

A banda inglesa foi criada em 2006, pela cantora  Elly Jackson e pelo produtor Ben Langmaid, mas agora é um projeto solo dela. A prateleira está cheia de prêmio, incluindo Grammy de melhor álbum de eletrônica/dance.

Apesar de dizer que sua influência é a disco italiana e folk, a guitarrinha a la Nile Rodgers não deixa negar que a pegada é aquele som do comecinho dos anos 80.

Com muitos efeitos eletrônicos, Kiss and Not Tell fala do sentimento que às vezes a gente tem que ignorar para que tudo fique bem (Faz você querer beijar e não contar). Saudável e dançante. Opa, põe mais sangria aqui!!