Farfalle ao alho e óleo com brócolis

massa-alho-e-oleo-copm-vrocolis-2-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

Macarrão alho e óleo é figurinha carimbada em casa desde que me entendo por gente. Muito simples de fazer e que já ensinei em uma das minhas versões favoritas, com nozes e pimenta. A outra versão clássica de casa é essa aqui, com brócolis!

E a historinha da receita de hoje – além de ser simples de fazer e um dos preparos favoritos do curso Comida Sem Stress – é que resolvi fazer com farfalle. Podia ser penne, podia ser espaguete, linguini… mas escolhi farfalle. E quer saber porque? Pasme: porque acho lindo!

Toda vez que cozinho farfalle minha imaginação é tomada por borboletas e sorrisos, e remete de imediato a uma das cenas mais bonitas do filme O Carteiro e o Poeta. Aquela em que Mario, depois de aprender com o poeta o que é uma metáfora, diz para Beatrice uma série delas, a começar por: teu sorriso se expande como uma borboleta. Una farfalla.

E é o que basta para eu entrar no filme enquanto cozinho. A música vira trilha dentro da cabeça e novamente me emociono com a pureza do carteiro e o encantamento de Beatrice. E danço com Pablo, o poeta, e Matilde, envolta em seu xale verde, tal qual a cor da cozinha que leva seu nome. Todos eles chegam à cena…. e de pronto estão comigo na cozinha, descascando alho e separando buquêzinhos de brócolis, enquanto esperamos a água ferver.

Pela graça de una farfalla.

receita

Farfalle ao alho e óleo com brócolis

massa-alho-e-oleo-com-brocolis-(leticia-massula-para-cozinha da matilde)

Já disse que é fácil. Mas tem segredinhos. O principal é que o brócoli entra crú no alho e óleo, nada de cozinhar o coitado antes até ficar molengo e com gosto ruim…

Tome nota: SEMPRE que for preparar brócoli não precisa cozinhar previamente, bastar saltear na frigideira ou wok bem quente com óleo ou azeite. Ele fica no ponto perfeito, verdinho, textura crocante, puro sabor.

Se for para usar em uma salada, frio, em lugar de saltear, basta colocar no escorredor e passar água quente, depois temperar. Brócoli, se cozinhar demais, fica horrível!

 Ingredientes – 4 porções

ingredientes-massa-aolho-e-oleo-com-brocolis-(leitica-massula-para-cozinha-da-matilde)

  •  500 g de farfalle
  • 6 colheres (sopa) de azeite de olivas
  • 4 dentes de alho brunoise (cubos mínimos)
  • 3 xícaras de buquêzinhos de flores de brócolis
  • sal e pimenta do reino moída na hora

Modo de fazer

Cozinhe a massa em água fervendo em abundância até ficar ao dente (apenas pelo tempo indicado na embalagem).

Em uma frigideira sue o alho no azeite com uma pitada generosa de sal. Acrescente o brócolis e salteie até mudar de cor.

passo-a-passo-como-saltear-brocolis-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

Acrescente à massa cozida e uma concha da água em que foi cozida, dica esperta para a massa não ficar ressecada e incorporar melhor o molho!

dica-para-cozinhar-massas-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

Misture a massa delicadamente.

Ajuste o sal e a pimenta moída na hora. E é claro que sempre é possível acrescentar pimenta dedo-de-moça… hummmmmm….

Bom apetite!

 

E segue a receita em uma imagem para facilitar:

massa-alho-e-oleo-com-brocolis-(leticia-massula-para-cozinha-da-matilde)

 Harmoniza com…

para beber

por
marcelo pedro

Adoramos massa ao aglio e olio, com broccoli então! O problema é como harmonizar o alho, pungente, com vinho. Então vamos desmitificar. O alho só fica muito forte, marcante, bom demais pra memória, se dourar além do ponto, ou seja queimar. Aí fica insuportável, e não é possível harmonizar com nada. Também não pode ficar cru, pois os compostos voláteis ainda estarão em grande concentração, e apesar de ser bem mais agradável que o alho queimado, seu sabor ofuscará o vinho. Então, nem cru, nem queimado, apenas levemente dourado e sem exagerar na quantidade.

Já o brocóli, uma crucifera rica em fibras e com propriedade de ativar enzimas do fígado que metabolizam uma série de substâncias tóxicas, portanto, a combinação de alho e brocóli é ótima para evitar a ressaca pelo excesso de álcool. E se o brócoli for feito do modo rápido como na receita da Letícia, fica com sabor bastante suave, vegetal, nada de cheiro de pum, o que convenhamos, dificulta qualquer harmonização.

E as possibilidades de harmonização são muitas. Desde um espumante bem seco e mineral, como um Prosecco, a um branco seco e fresco como um Sauvignon Blanc neozelândes, até tintos mais alcoólicos como um Primitivo da Puglia, ou um Nero D´Avola da Sicilia. Principalmente se a massa estiver caprichada na pimentinha.

Então viva o alho e óleo e toda a sua gama de harmonizações!


para ouvir

por
marina novaes

Antes mesmo de ler a receita, quando vi que o título do post era “farfalle”, começou a tocar Madreselva, de Carlos Gardel na minha cabeça. Quando li o que a Let escreveu, vi que era a sintonia inevitável.

Também pudera, é uma das cenas mais românticas do cinema, quando Matilde, escondidinha, coloca na vitrola o LP do Carlos Gardel e os dois dançam na varanda, que tem aquela ilha incrível da Itália ao fundo. Foi o filme que mais vi na década de 90, e adolescente influenciável, já desejei muito ser a Beatrice Russo.

E sobre o cantor da música: o retrato do tango e toda a sua força apaixonada.

Ainda bem que o preparo do prato é rapidinho. Sobre tempo para ficar ouvindo Gardel!