Outras Cozinhas 23 – El Palenque – Montevidéu

El Palenque (Letícia Massula para Cozinha da Matilde)El Palenque – Montevidéu

Ao contrário do meu irmão Leo, que gosta tanto de carne que saliva em açougues, sou de pouca carne. Como, gosto, mas desde pequena meu barato sempre foi frutas e legumes.

Percebia que os super carnívoros como o Leo tinham uma relação com a carne diferente da minha. Que eles chegavam a um ponto de prazer comendo carne que eu nunca tinha experimentado, e acreditava que nunca experimentaria.

Isso até comer a carne uruguaia, em especial no El Palenque, que fica no Mercado Municipal de Montevidéu (ao lado de inúmeros outros restaurantes). Fiquei em êxtase, a única coisa que conseguia pensar era em voltar no dia seguinte e no outro, em busca do único sabor capaz de me satisfazer, me fazer feliz.

Você se senta no balcão de frente para a parrilla (tipo balcão de sushi), que é alimentada por lenha e não carvão (o que confere à cidade de Montevidéu um cheiro permanente de lenha queimada), pede os cortes de sua preferência enquanto assiste ao lindo balé do churrasqueiro manipulando carne e fogo.

Eu experimentei quase tudo, mas meu predileto foi o assado de tira, um corte da costela (adoro carne de osso) com gordura na medida certa (muita!) e uma cartilagem que prende a carne ao osso, de um sabor tão intenso que suspiro só de lembrar…

E o melhor da festa, muiiiito barato.