Ovos, ovos, ovos!!!

Adoro comer e preparar ovos! Daí que fiquei muito feliz quando fui convidada pela Brastemp para falar do lado B do ovo, que além de ser um alimento gostoso e nutritivo, é um ingrediente fundamental na cozinha, dada a sua versatilidade (possibilita o preparo de inúmeras receitas) e pelo fato de conferir leveza, emulsificar e enriquecer os preparos na cozinha. Pergunte a qualquer cozinheiro sobre ovos e você vai perceber que eles são verdadeiras vedetes da gastronomia!

 Quando esse é o assunto, o senso comum diz que preparar ovos é a tarefa mais ordinária da cozinha! Não raramente escutamos alguém dizer que não sabe “nem fritar um ovo” como forma de mensurar sua falta de intimidade com as panelas, como se qualquer pessoa soubesse fritar um ovo! Eu vou logo colocando os pingos nos iis e dizendo o oposto: quem sabe fritar um ovo sabe cozinhar!

O assunto é tão sério que qualquer curso de gastronomia ou livro de técnica culinária traz um capítulo inteiro para tratar de ovos e cada uma das pregas do toque blanche (aquele chapéu que pontudo que os cozinheiros usam) representa um tipo de ovo que o cozinheiro sabe fazer.

Mas ninguém precisa ficar preocupado, nem deixar de fazer ovos por isso (imagina viver sem pão com ovo ou sem o clássico arroz, feijão e ovo frito com gema mole… aiaiai…), algumas dicas quentes vão te ajudar nesta tarefa e você vai poder, em pouco tempo, adquirir muitas pregas para seu toque!